Blefaroplastia (Cirurgia de pálpebras) : É cara? Como é feita e como é a recuperação?

0
198

A pele ao redor dos olhos é a primeira a apresentar os sinais do envelhecimento. E é por isso que muitas pessoas buscam tratamentos estéticos que retardam essas características para manter um ar mais jovem por mais alguns anos.

Não somente a idade, a herança genética e fatores externos (tabagismo, álcool e exposição solar, por exemplo) podem afetar a rede de sustentação das pálpebras.

Blefaroplastia

Por isso, a cirurgia de pálpebras é um procedimento muito procurado: é a chamada blefaroplastia.

Preço da Blefaroplastia

Quem se interessa pela técnica da blefaroplastia logo quer descobrir o quanto é necessário desembolsar para melhorar o aspecto da flacidez das pálpebras, reduzindo as rugas, eliminando as bolsas de gordura e rejuvenescendo a área dos olhos.

Uma estimativa de preço para a blefaroplastia está entre os R$ 3.500,00 a R$ 5.000,00, mas o preço pode ser superior dependendo da clínica de cirurgia plástica, do profissional e da gravidade do problema.

Fotos antes e depois

A blefaroplastia pode ser feita por homens ou mulheres. Não há requisito de idade, mas sim de necessidade, ou seja, se a pessoa percebe que a cirurgia de pálpebras é fundamental para sua autoestima e saúde, o procedimento é indicado.

Contudo, o que se vê é uma tendência maior entre as pessoas a partir dos 50 anos de idade, já que as características do envelhecimento, juntamente com as queixas do paciente, se tornam mais frequentes.

Veja fotos de antes e depois para perceber como a blefaroplastia pode transformar a face. Note que a primeira foto mostra justamente George Clooney, ou seja, até mesmo os famosos aderem a cirurgia de pálpebras para melhorar a aparência:

Uma preocupação recorrente de quem irá fazer a cirurgia de pálpebras é sobre a cicatriz e o que esperar do resultado. As fotos acima explicam: a pele ao redor dos olhos é muito fina, o que garante cicatrizes bem discretas e acabam ficando disfarçadas entre os sulcos naturais da pele.

É claro que alguns meses após a blefaroplastia, a cicatriz seja bem visível e avermelhada, mas o seu aspecto como um todo irá melhorar bastante.

O resultado definitivo só poderá ser avaliado após, pelo menos, 90 dias. A cirurgia de pálpebras coloca um fim ao ar de cansaço e de desânimo, gerando uma nova aparência jovem e renovada para o paciente.

Recuperação da cirurgia de pálpebras

Nos primeiros dias após a cirurgia, a blefaroplastia poderá ocasionar certa ardência, inchaço e manchas arroxeadas na área dos olhos. O cirurgião plástico irá recomendar que se faça compressas geladas para melhorar esses sintomas, assim como dormir com a cabeça mais elevada.

Geralmente, não há dor no pós-operatório. Pode ocorrer certa sensibilidade maior ou pequenas crises de dor que podem ser sanadas facilmente com analgésicos.

Para a cicatrização acontecer de maneira completa e adequada, o médico irá orientar o paciente a:

  • Evitar o tabagismo – substâncias do cigarro irão prejudicar a microcirculação,
  • Repouso por 1 semana,
  • Dormir de barriga para cima pelas primeiras duas semanas,
  • Evitar o uso das lentes de contato por até 10 dias após a cirurgia,
  • Utilizar óculos escuros para maior proteção contra os raios solares.

Outra indicação importante da blefaroplastia é evitar o sol para evitar quaisquer manchas permanentes.

Por isso, é possível afirmar que a recuperação da cirurgia de pálpebras é bem tranquila.

Como é feita cirurgia de pálpebras

De forma usual, a maioria dos casos de cirurgia de pálpebras exige somente anestesia local, podendo aliar com sedação prévia. São raros os casos que são feitas anestesia geral: esta atitude é dada a quem tem contraindicação a anestesia local ou quando a blefaroplastia for feita simultaneamente a qualquer outra cirurgia.

O período de internação do paciente varia de acordo com a anestesia: 12 horas para anestesia local e 24 horas para a geral.

A cirurgia de pálpebras dura cerca de 60 a 90 minutos. O cirurgião plástico irá desenhar linhas sobre as pálpebras indicando onde ele irá fazer as incisões, de modo que as cicatrizes futuras fiquem disfarçadas nas dobras naturais da região.

A partir disso, as incisões são feitas e o médico irá fazer a retirada de fragmentos de pele e músculo que estejam flácidos e também em excesso nas pálpebras superiores e inferiores. Se há depósitos de gordura, ele também fará a remoção ou redistribuição deles.

As incisões podem ser fechadas de acordo com a preferência do médico, podendo ser com pontos absorvíveis pelo organismo ou não.

Uma pomada protetora poderá ser aplicada pelo cirurgião plástico, além de um curativo inicial para já iniciar a cicatrização do local (sem tampar completamente os olhos).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here