Peeling: Para que serve? Como é feito? Qual o melhor? Preço?

0
350

Se você sofre por ter manchinhas no rosto, seja de sol ou marca de acne, saiba que o peeling é uma técnica que pode te ajudar muito! Saiba a seguir tudo sobre os peelings, principais tipos, preços e muito mais.

Peeling

O que é?

Peelings são procedimentos estéticos que visam a renovação celular da pele. O uso envolve vários tipos de substâncias ou ferramentas que promovem uma descamação das camadas mais superficiais, sendo um tipo de tratamento ideal para rejuvenescimento e renovação da pele.

Qual o efeito no rosto

Com a descamação das camadas mais superficiais da pele, o peeling atua em cima de rugas, linhas de expressão, manchas de acne, manchas de sol, manchas causadas por alterações hormonais, dentre outros tipos.

Quanto mais superficial forem essas marcas, mais rápido elas podem desaparecer de acordo com as sessões de peeling. Sendo assim, os efeitos de um bom peeling incluem uma pele mais renovada, bonita, lisinha e clareada.

Como é feito peeling

Os peelings são procedimentos feitos por dermatologistas que utilizam ácidos, cremes manipulados ou até mesmo aparelhos visando uma abrasão superficial, mediana ou profunda na pele.

Qual o melhor tipo

O melhor tipo de peeling é aquele correspondente ao seu objetivo. A melhor pessoa para lhe orientar é um dermatologista, depois de avaliar sua pele, sintomas, como também alergias e históricos de procedimentos estéticos que a pessoa já fez. Conheça os tipos de peeling a seguir.

Tipos

  1. Peeling físico:

É um procedimento que utiliza aparelhos ou ferramentas para causar a abrasão da pele, como lixas, laser ou ferramentas de dermoabrasão. Um dos mais comuns é o peeling de diamante.

Peeling de diamante:

Este peeling promove uma microesfoliação na pele de forma superficial, estimulando produção de colágeno para devolver sustentação à pele. Indicado para tratar manchas mais superficiais. Os médicos costumam indicados outros produtos tópicos para usar após o peeling e a pele absorver os nutrientes melhor.

  1. Peeling químico:

São os peelings mais buscados e indicados pelos médicos hoje em dia. Estes utilizam substâncias renovadoras e ácidos em forma de cremes para induzir o desprendimento das camadas superficiais da pele. São alguns dos mais famosos e indicados peelings químicos:

Peeling de ácido retinóico:

Muito indicado para combater as estrias; é uma substância que descama bem a pele e induz a formação natural de colágeno, o que causa a melhora dos espaços entre as estrias com o tempo.

Peeling de ácido glicólico:

Indicado para rosto, pescoço e mãos, deixa a pele bem macia e com menos linhas de expressão; não é indicado para manchas e outros efeitos causados pelo sol na pele; também serve para acne e estrias.

Peeling de fenol:

Um dos peeling mais intensos e com abrasão mais profunda na pele, sendo indicado para pessoas com marcas de expressão mais antigas e com casos graves de envelhecimento da pele, com a finalidade de rejuvenescimento.

Peeling de resorcina:

Indicado para acne, discromia e pele com muitas rugosas; os médicos costumam indicar esse procedimento para peles com tendência à hiperpigmentação exagerada.

Qual o melhor peeling para acne?

Existe um poderoso peeling que utiliza a combinação de ácido salicílico, ácido lático e resorcina, os quais atuam bem contra a acne; é o chamado peeling de jessner.

O ácido salicílico combate a oleosidade da pele e ameniza a aparência das manchas de acne; a resorcina evita a proliferação de bactérias na pele, que também são motivos para a inflamação das espinhas; e o ácido lático promove uma esfoliação eficaz da pele.

É um peeling indicado para acnes de diferentes graus. Converse com seu dermatologista sobre este peeling e analise as possibilidades.

Preço médio de cada tipo de peeling

– Peelings físicos que usam lixamento, microabrasão e outras técnicas podem custar de R$100 a R$300 reais por sessão. Um peeling de diamante, por exemplo, custa em média R$200 reais por sessão.

– Peelings químicos que usam substâncias químicas como ácidos e cremes podem custar de R$150 a R$300 reais em sessões mais simples; existem tratamentos mais completos que envolvem peelings e outros procedimentos, promovendo melhores resultados inclusive, podem custar de R$600 a R$2 mil reais o tratamento completo, dependendo da área tratada e números de sessões.

Peeling do mar morto

O peeling do mar morto é um procedimento estético desenvolvido pela esteticista brasileira Flávia Medeiros.

Nele, ela utiliza produtos da linha Rose de Mer, uma marca de cosméticos importada israelense de cuidados com a pele, e aplica com técnicas que ela mesma desenvolveu.

É indicado para todo tipo de pele, da sensível à negra, e visa tratar poros dilatados, manchas de sol, melasma, cicatrizes, linhas de expressão e pele flácida.

Peeling da cerveja

Diretamente da Europa e da Ásia, os brasileiros também estão se apaixonando pelo inusitado peeling de cerveja!

Foi comprovado em estudos que o lúpulo da cerveja, que dá o gosto amargo na bebida, é uma aposta para clareamento de pele e prevenção de manchas e inflamações.

Está inserido na categoria de peelings químicos, sendo o lúpulo a substância ácida usada. Para o dia a dia, a pessoa pode usar cremes, loções e outros produtos tópicos contendo lúpulo também!

Receita de peeling caseiro: Iogurte + aveia

Que tal fazer um peeling simples em casa mesmo para clarear a pele, hidratar e remover células mortas? É o peeling de iogurte com aveia! Saiba como fazer abaixo:

Ingredientes:

  • 1 colher de sopa de aveia em flocos finos;
  • 1 colher de sopa de iogurte natural.

Como aplicar:

Basta misturar as quantidades de ingredientes num potinho.

Depois de lavar o rosto bem lavado, com sabonete específico para seu tipo de pele, aplique a mistura realizando massagens suaves, focando mais ainda onde tem alguma mancha ou cicatriz; fique massageando por uns 3 minutos; depois, basta enxaguar a pele.

Seque bem a pele e finalize com protetor solar se tiver feito o peeling pela manhã.

O que é peeling capilar?

Quando o assunto é peeling, pensamos sempre na pele do rosto, do corpo, de algum lugar com cicatriz ou mancha e afins. Mas a real é que peelings têm diversos focos e podem ser feitos inclusives no couro cabeludo, sendo o chamado peeling capilar.

O peeling capilar é um tipo de esfoliação profunda feito no couro cabeludo, ideal para combater oleosidade, ajudar no crescimento dos fios e também no nascimento de fios mais fortes e saudáveis.

No mercado, podemos encontrar facilmente produtos com esse efeito, os chamados shampoos detox, que contêm nutrientes e sais minerais que penetram no couro cabeludo e melhoram a circulação sanguínea local.

O resultado logo na primeira lavagem é um cabelo mais limpo, leve, mais vivo, e um couro cabeludo renovado e com mais frescor.

Tais produtos também são ideais para preparar o couro cabeludo para receber algum tratamento em seguida, como produtos anti-queda ou de fortalecimento capilar

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here