Lifting do vampiro: o que é, como é realizada, dói? Veja os prós e contras!

0
874

Vampire Facelift, conhecido no Brasil como “Lifting do vampiro” começou a ganhar popularidade no início de 2013 graças a socialite estadunidense Kim Kardashian.

Se não fosse suficiente, outras celebridades adotaram a nova moda para colocar os holofotes neste procedimento um tanto curioso: foi o caso da apresentadora Luciana Gimenez e da modelo Gisele Bündchen.

Lifting do vampiro

O que é lifting do vampiro

Lifting do vampiro é uma técnica que visa suavizar as rugas faciais, ou seja, é uma das promessas para quem deseja uma pele mais jovem. O tratamento estético tem esse nome peculiar por um motivo bem simples: o material utilizado nada mais é do que o sangue humano.

Como é feita

Embora haja sangue humano e vampiro na mesma técnica, a ideia não é nada do que se imagina.

O lifting do vampiro funciona da seguinte forma: o primeiro passo é extrair cerca de 20 ml de sangue da própria pessoa que fará o procedimento. Essa não é uma quantidade grande de sangue – pense naqueles tubos utilizados quando você faz exames em laboratório.

O sangue retirado estará em um tubo próprio com anticoagulante e será levado em uma máquina especial e específica – usada em laboratórios clínicos – para que se estimule a ruptura das plaquetas.

O plasma rico em plaquetas (PRP) será ministrado na região que a pessoa intenciona tratar, ou seja, a substância será injetada nas áreas do rosto que possuem rugas, linhas de expressão e até mesmo marcas de acne.

Normalmente, é aplicado juntamente com o material criado com o sangue da pessoa o ácido hialurônico, que tem como objetivo estimular uma melhor e mais rápida formação de colágeno na face, de modo a rejuvenescer a pele, diminuindo as rugas e linhas de expressão.

A técnica pode até ser utilizada em procedimentos capilares e corporais no geral.

Lifting do vampiro dói

O lifting do vampiro não é um procedimento indolor: o uso de agulhas um pouco mais grossas do que aquelas comumente utilizadas em sessões de acupuntura, por exemplo, faz com que o desconforto possa ser grande, principalmente se a pessoa tende a ter mais sensibilidade.

O profissional ainda pode fazer uso de um anestésico tópico quando for realizar a técnica para diminuir as dores. No entanto, caso você for pesquisar sobre a sessão de aplicação na socialite Kim Kardashian, até mesmo a anestesia não surtiu muito efeito.

Kim Kardashian
Kim Kardashian

Benefícios do lifting do vampiro

O principal benefício do lifting do vampiro é o resultado estético:

  • Melhora o aspecto da pele,
  • Aumenta a firmeza e elasticidade da pele,
  • Repara e trata os danos ocasionados na pele pelo passar do tempo, tais como as rugas e linhas de expressão,
  • Aumenta a formação de novos vasos sanguíneos,
  • Estimula a produção de novo tecido,
  • Promove a regeneração celular.

Além das vantagens estéticas, o lifting do vampiro não oferece risco de alergias ou rejeições às aplicações, pois o sangue é da própria pessoa.

O procedimento não é muito demorado: são cerca de 30-40 minutos. Além disso, não oferece efeitos colaterais.

Malefícios

Já no outro lado da moeda, o lifting do vampiro conta com algumas desvantagens.

A primeira delas é o tempo de duração do efeito da técnica – em geral, os resultados perduram por 18 meses. Muitas pessoas talvez não aceitem passar por considerável dor para resultados de tempo mais limitado.

O que mais afeta sua popularidade no Brasil é a sua proibição. O lifting do vampiro não tem permissão do Conselho Federal de Medicina (CFM), pois afirma que ele é experimental e não possui comprovação científica.

Dessa maneira, não as clínicas estéticas e dermatológicas não têm autorização para colocar o lifting do vampiro em prática em território brasileiro.

Quanto custa

Pela proibição no Brasil, muitas pessoas realizam o tratamento no exterior. Na Europa e nos Estados Unidos o procedimento é liberado, mas o preço é um pouco salgado.

O lifting do vampiro pode custar em torno 1.200 dólares (o que em Reais daria um pouco mais de R$ 4.600,00), mas ainda pode-se encontrar valores bem mais altos dependendo da área a ser tratada e do número de sessões contratadas.

Cuidados antes e depois

O lifting do vampiro é uma técnica que, apesar de ter um nome que chama muito a atenção, é relativamente simples e não exige muitos cuidados.

Antes do procedimento, é importante que o rosto esteja limpo, sem resquícios de maquiagem ou outro produto que interfira na aplicação. Não há relatos de necessidade de jejum ou adoção de uma alimentação leve já que há retirada de sangue para a técnica.

Após a sessão, a pessoa pode agir normalmente, porém há duas indicações básicas: o uso de protetor solar e, de preferência, evitar a exposição direta aos raios ultravioletas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here