Sintomas da Enxaqueca: Tipos de enxaqueca e seus sintomas

0
65

Você sabia que cerca de 6 a 18% da população mundial sofre de crises de enxaqueca constantes? Podem ser causadas por fatores hormonais, genéticos, emocionais, deficiência nutricional, danos nervosos ou qualquer outros distúrbio no organismo que reflita na enxaqueca dolorosa. A maioria que sofre é composta pelas mulheres, principalmente na faixa dos 35 a 55 anos, mas também é uma condição que afeta crianças e adolescentes, por incrível que pareça.Sintomas da Enxaqueca3

Diferença entre dor de cabeça x enxaqueca

Dor de cabeça é sintoma; enxaqueca é uma doença. Dores de cabeça comuns podem ser provenientes de reflexos de outras condições, como cansaço, problemas na vista, gripes, sinusites, dentre outras; já a enxaqueca é uma condição crônica que traz além da dor na cabeça outros sintomas.

Na maioria das vezes, a enxaqueca vem acompanhada de outros sintomas, desde náuseas a outros mal estares, os quais podem afetar muito a qualidade de vida das pessoas, como veremos abaixo de acordo com cada tipo de enxaqueca existente.

Tipos de enxaqueca e seus sintomas

  1. Enxaqueca crônica

A enxaqueca é diagnosticada como crônica quando ocorrem mais de 15 episódios dentro de um mês, por pelo menos 3 meses, sem uso de qualquer medicamento ou tratamento. É de forte impacto na vida da pessoa, atrapalhando desde uma simples leitura ao dia a dia de estudos e trabalhos.

Os sintomas mais comuns da enxaqueca crônica envolvem dores de cabeça unilateral ou bilateral, náuseas, vômitos, sensibilidade à luz, sons e aromas; a dor na cabeça é do tipo pulsante e latejante, variando do nível moderado a forte. Os fatores que mais facilmente desencadeiam as crises de dor são estresse emocional, sono ruim, atividades físicas intensas e variações hormonais. São sintomas que duram em média de 4 a 72 horas.

  1. Enxaqueca tensional

Essa é a mais comum das enxaquecas, que acomete a maioria das pessoas. Ela surge por conta de alguma tensão feita no dia a dia, principalmente por algum esforço físico exagerado ou feito de forma errada. É muito comum uma crise desse tipo de enxaqueca depois de um período de forte estresse emocional também. Como é condicional de algum agravante, é também o mais fácil de tratar, desde de técnicas de relaxamento a um simples sono mais longo.

Os sintomas envolvem uma dor de cabeça menos pulsante, e sim uma dor em peso, em aperto. Não vem acompanhada de enjoos. Quando em casos de tensão ou contração exagerada, comprometendo alguns grupos musculares, as dores podem envolver pescoço, ombros, couro cabeludo e até mesmo o rosto.

  1. Enxaqueca com aura

Também chamada de migrânea com aura, é uma doença neurológica que precede alguns sintomas visuais ou sensitivos antes de começar as dores da enxaqueca. Esse nome “aura” é justamente relacionado às sensações visuais um pouco antes da dor começar, e em seguida, começam dores fortes e nauseantes. Fatores como mais de 5 horas seguida sem se alimentar e dormir menos do que o costume desencadeiam esse tipo de enxaqueca mais facilmente.

Nessas sensações visuais a pessoa pode experienciar flashes de luzes, manchas escuras, em forma de mosaico, dentre outras imagens brilhantes. Também pode vir acompanhada de formigamentos e dormências, transpiração excessiva, problemas de concentração e outros sintomas comuns de enxaqueca de sensibilidade e enjoo.

  1. Enxaqueca nervosa

Também um tipo de enxaqueca mais frequente, podendo estar relacionada a algum quadro gripal ou de sinusite, como também alguma reação sintomática de tumor cerebral, intoxicação alimentar ou sintoma devido ao excesso de álcool. Essa tensão nervosa na maioria das vezes é fator emocional também, relacionada a perturbações, traumas antigos ou atuais, depressão e ansiedades.

Antes de ser diagnosticada como emocional, o médico deverá descartar todas as causas orgânicas primeiramente. Os sintomas envolvem dores de cabeça de nível moderado a forte, acompanhada de outros sintomas relativos a depressão, com o suor, tremedeira, perda de apetite, apatia e afins.

  1. Enxaqueca vestibular

São dores de cabeça associadas a tontura, que muitas vezes as pessoas confundem com os sintomas da labirintite. Durante as crises, além da dor de cabeça, a pessoa fica bastante tonta, e isso pode durar minutos ou até dias. Existem tonturas de níveis leves, que são as vertigens, e também as mais graves de desequilíbrio, com sensação de balançar mais forte, como se estivesse bêbado. A pessoa pode sentir primeiramente a tontura, e em seguida surgem os sintomas de dor de cabeça, de nível moderado a forte.

Você também vai gostar de ler um artigo sobre Como aliviar enxaqueca.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here