Dor lombar: quais são as causas e tratamentos? Dor lombar na gravidez: saiba!

0
414

É muito comum que as pessoas confundam qualquer dor nas costas com lombalgia, isto é, com a dor lombar. O que diferencia é a própria implicação de algum problema mais grave.

Dor lombar

Onde fica a região lombar

A região lombar nada mais é que a parte mais baixa da coluna, a que fica próxima da bacia, isto é, acima do sacro que liga a coluna à bacia e abaixo da caixa torácica.

A estrutura desta região possui 5 vértebras – L1-L5, consideradas as maiores da coluna o que faz da lombar a mais larga parte, tendo mais espaço para os nervos. 

lombar

O que é dor lombar

Dor lombar, conhecida também como lombalgia, é a condição dolorosa que atinge a região inferior da coluna. Pelo que foi comentado acima, essa é a parte que as pessoas mais se queixam de dores, justamente por esta ser a área que mais suporta movimento e peso do nosso corpo.

CID

No Código Internacional de Doenças (CID), a dor lombar (ou lombalgia) está classificada em: CID 10 M54.5.

Causas da dor lombar

A dor lombar pode ser desencadeada por diversos fatores. A que mais merece destaque e culpa é a má postura e isso inclui os hábitos incorretos de postura ao se deitar, sentar ou mesmo na realização de qualquer atividade do cotidiano, seja no trabalho ou na hora de lazer.

Além disso, a dor lombar está relacionada com outros fatores que podem auxiliar em seu desenvolvimento:

  • Artrose ou escorregamento de vértebra,
  • Envelhecimento,
  • Fatores genéticos,
  • Hérnias de disco,
  • Inflamações e infecções,
  • Obesidade,
  • Problemas emocionais,
  • Sedentarismo.

É curioso comentar que cerca de 3 em cada 4 adultos terão dores nas costas em algum momento de suas vidas e, de acordo com estatísticas e estudos esse número tenderá a aumentar, em especial por conta do aumento do número de pessoas idosas.

A dor lombar pode ser aguda ou crônica:

  • Dor lombar aguda: tende a durar de 4 a 6 semanas e é causada justamente por algum movimento errado que a pessoa fez no dia a dia, como, por exemplo, carregar peso em excesso ou de forma errônea, girar o corpo mantendo os pés parados no chão, entre outros,
  • Dor lombar crônica: pode durar por toda a vida do paciente e já é um caso mais sério de saúde, indicando um problema bem mais grave na coluna.

Esse tipo já tem causa multifatorial e depende de avaliação médica.

Sintomas da dor lombar

Os sintomas da dor lombar, além da dor constante nesta região específica, são:

  • Ansiedade e depressão (para casos crônicos),
  • Contrações musculares,
  • Crises de dor mais intensas depois de acordar ou após longos períodos sentado,
  • Dificuldade para dormir (para casos crônicos),
  • Dor na região do quadril,
  • Espasmos musculares,
  • Formigamento ou dormência nas nádegas, coxas e pés,
  • Incômodo para caminhar,
  • Limitação de movimentos.

Dependendo da origem da dor, certas posições podem ser mais confortáveis e diminuir o desconforto – sendo este também um sinal da dor lombar.

Dor lombar na gravidez

A dor lombar durante o período gestacional é uma queixa extremamente comum e pode começar em qualquer momento. Embora não haja consenso quanto à origem exata da dor lombar em mulheres grávidas, é possível apontar alguns fatores que contribuem para o seu surgimento:

  • Alterações hormonais,
  • Alterações vasculares,
  • Aumento de peso,
  • Histórico prévio de lombalgia,
  • Múltiplos abortos,
  • Os músculos abdominais são esticados e ficam enfraquecidos para suportar a região do abdômen,
  • Tabagismo.

O médico obstetra irá oferecer alternativas para diminuir e controlar a dor lombar durante a gravidez.

Tratamentos para dor lombar

O primeiro passo é buscar ajuda médica especializada, evitando ignorar as dores e quaisquer opções de automedicação.

Quanto mais cedo a dor lombar for tratada, maiores serão as possibilidades de acabar com os sintomas e com o que está ocasionando essa condição.

O que fazer

É necessário identificar o fator de causa do quadro de lombalgia para depois iniciar o tratamento mais eficaz que também poderá ser um preventivo.

Existem alguns tratamentos alternativos muito interessantes para a dores lombares:

  • Alongamento,
  • Fisioterapia,
  • Acupuntura,
  • Meditação,
  • RPG,
  • Massagem terapêutica,
  • Quiropraxia.

Para ajudar, separamos um vídeo que pode ajudar muito nas dores;

Alguns tratamentos, como o RPG e a Quiropraxia, não são indicados para a dor lombar aguda pois pode agravar a dor, já que há risco de pressão nos nervos.

Algumas atitudes também são fundamentais para prevenir a lombalgia:

  • Tomar cuidado com a postura,
  • Praticar exercícios físicos regularmente,
  • Evitar o tabagismo,
  • Manter-se em um peso adequado,
  • Ter uma alimentação saudável e balanceada.

Ainda, a pessoa deve estar ciente de não permanecer curvada por muito tempo e saber como se abaixar apropriadamente (dobrando somente os joelhos).

Remédios

Os medicamentos mais indicados para o tratamento da dor lombar são os anti-inflamatórios não esteroides, analgésicos e relaxantes musculares.

O intuito é aliviar a tensão muscular, ajudar a aliviar a dor e quaisquer desconfortos sentidos pela pessoa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here